Standard & Poors & Moddy & Fitch não são uma ficção, são quatro das famílias mais importantes da história dos Estados Unidos da América, que como todas as grandes famílias seculares possuem uma árvore genealógica complexa e com vários ramos vazios ou carentes de confirmação.
Falar sobre a origem destas famílias será sempre um exercício de aproximação à verdade, onde o erro e a extrapolação são muitas das vezes os ossos do ofício. Tal como grande parte dos norte-americanos o rasto dos antepassados perde-se algures em locais recônditos como Carlinford, Anthotopos, Merufe ou eventualmente Zorita.
O que podemos afirmar é que estas famílias concretizaram o sonho americano, oriundas de estratos sociais carenciados do velho continente europeu e conseguiram conquistar fama e fortuna nas terras do tio Sam.
O que as une, para além deste particular dom para o sucesso e de alternarem entre si as posições cimeiras na lista dos multimilionários da Forbes, é um conjunto de histórias e factos desconhecidos menos abonatórios, pouco condizentes com a sua hegemonia social e económica.
Após este breve contextualização, as páginas e imagens seguintes* irão revelar a verdadeira história dos Standard & Poors & Moddy & Fitch tanto com relatos na primeira pessoa dos principais intervenientes bem como daqueles que sempre viveram na sombra ou que sofreram e ainda sofrem dos desígnios destes clãs.
* biografia não oficial

Portugal, graphite on paper, 50x50 cm

Irlanda, graphite on paper, 50x50 cm

Grécia, graphite on paper, 50x50 cm

Espanha, graphite on paper, 50x50 cm